Friday, April 21, 2017

O que tem na minha bolsa / What's in my bag

Hey little swans maravilhosos, tudo bem com vocês? Hoje vou fazer um post que é bem comum entre vários blogs e canais do YouTube, de vários estilos, é um "what's in my bag". Eu adoro posts e vídeos de WIMB, não sei porque não fiz antes haha, acho que é porque ano passado não trabalhei nem estudei, só agora tenho o que mostrar de verdade (risos).
Hey my wonderful little swans, how are you? Today I'll be doing something that is really common and popular among many blogs and YouTube channels, from many different styles, it's a "what's in my bag" kind of post. I love WIMB posts and videos, I don't know why I never did this before haha, I believe it's because I didn't work or study last year, so I had nothing to show (laugh). 


Minha bolsa é esta não-oficial da Mulher-Maravilha que comprei por aproximadamente R$25 no Bairro da Liberdade em São Paulo, há uns... Três anos, acredito eu (na loja, que não lembro qual era especificamente mas era numa galeria, tinha de vários outros heróis, super legal!). Eu a uso desde meu segundo ano no ensino médio, então está um pouco "surrada" e gasta, mas eu a amo porque além de linda, cabe muita coisa! Os chaveiros são um cisne que comprei numa loja bem do lado da Daiso da rua Direita e um da Torre Eiffel que é souvenir de Paris, um amigo que foi à Paris quem me deu.
My bag is this unnofficial Wonder Woman tote I bought for approximately R$25 at Bairro da Liberdade in São Paulo like... Three years ago, I guess (I don't remember the name of the store, but they had a lot of superhero bags there, which is super cool!). I use it since my Junior year at high school, so it's a little worn, but I love it because it's not only cute but it fits so much stuff inside! The charms are a swan I got on a store set next by Daiso and a Tower Eiffel that is a souvenir from Paris, a friend who went to Paris got it for me. 


Como é a bolsa que uso pra ir ao curso de pré-vestibular, o que mais carrego nela são cadernos e material escolar. Na foto acima são meus três cadernos favoritos, da Batgirl de DC Superhero Girls, da Barbie estilo 1959 e do Jason Todd de Batman: Arkham Knight (veio com um poster MARAVILHOSO do Batman ao invés de folha de adesivos). O estojo do Rilakkuma eu comprei na minha segunda ida à Liberdade, na loja Fancy Goods, e eu adoro porque tem muuuitas divisórias.
Since it's my bag for my entrance exam preparatory course (in Brazil, there is no way you can enter collegr without doing entrance exams, many students do more than one exam, that's why there are a lot preparatory courses for the many different exams), so notebooks and school supplies are what I mostly carry on it. On the picture above are my three favorite notebooks, of DC Superhero Girls' Batgirl, 1959-style Barbie and Jason Todd from Batman: Arkham Knight (it came with a BEAUTIFUL Batman poster inside). I got the Rilakkuma pencil case at my second trip to Bairro da Liberdade, on a store called Fancy Goods, and I love it because they're a loooot of dividers. 



Sempre levo meu bullet journal comigo e nunca, jamais, saio de casa sem garrafa d'água, que fica nesta "capinha" de garrafa feita de pelúcia que comprei na minha primeira ida à Daiso (uma gracinha, né?). Óculos de sol são essenciais, eu moro numa cidade muito quente e ensolarada, é difícil sair de casa sem proteção nos olhos. Ás vezes levo o livro que estou lendo ou o meu Nintendo DSi. A bolsinha rosa, da Daiso, é minha carteira (a parte de dentro é revestida por um tecido branco de bolinhas pretas, uma fofura!).
I always take my bullet journal with me and never, ever, leave home without my water bottle, which I take with me in a pink Daiso plush water bottle case I got on my first haul there (isn't it so cute?). Sunglasses are essential, I live in a really hot-weathered and sunny town, it's hard to go out without sun protection in the eyes. Sometimes I take the book I'm currently reading or my Nintendo DSi. The small pink purse, from Daiso, is my wallet (it's polka-dotted in the inside, so cute!).


Agora a parte que importa: a necessaire! Minha necessaire é uma que me dei de presente de aniversário quando fiz 17 anos e também tenho uma frasqueira que combina. Eu não sobrevivo sem minha necessaire, se eu estiver sem nada além dela, celular e a garrafa d'água, eu consigo passar o dia numa boa. Tudo o que eu levo é:
. Batom estou usando no dia, junto com gloss se eu estiver usando por cima do batom (eu estou atualmente usando este gloss azul da Victoria's Secret que ganhei de uma prima que foi aos EUA por cima do Vult N°1, fica a coisa mais linda do mundo!);
. Perfume para reaplicar, se possível. Normalmente uso o Alma de Flores no dia-a-dia, por isso comprei um porta-perfume para ele;
. Pó compacto com espelho. Eu uso este da Vult apenas para reaplicar, antes de sair de casa uso o Coty Airspun;
. Mini-pincel de pó, que veio no kit de pincéis da Capricho em parceria com a Cacau Show;
. Hidratante em embalagem mini. A embalagem é da linha antiga da Cuide-Se Bem da O Boticário, não sei se eles vendem ainda, e o hidratante é o Rosa & Amêndoas da Skala. Fico seis horas debaixo de três ar-condicionados, é impossível a pele não ressecar e reparei que não sou a única que leva hidratante pra sala haha;
. Lenço de tecido porque acho muito charmosinho, pena que manchei de batom, é inevitável;
. Mini-lixa de unha.
E claro, na "semana vermelha" eu levo minha medicação para cólica e absorventes!
Now the part that really matters: the makeup bag! My makeup bag is a gift I got for myself on my 17th birthday and I also have a matching travel toiletry bag. I don't survive without my makeup bag, if I have nothing but my makeup bag, phone and water bottle I can get through the day with no problem. What's inside it is:
. The lipstick I'm wearing, with a lipgloss if I'm wearing it over the lipstick (I'm currently wearing this blue Victoria's Secret Lip Silk that was a gift from my cousin who went to the US, over Vult N°1. It looks so pretty!);
. Perfume to reapply throughout the day, if possible. I usually wear Alma de Flores on a daily basis, so that's why I got an atomizer for it;
. Compact face powder with mirror. I use this one by Vult only for reapplies because I put on a good coat of Coty Airspun before I leave home;
. Mini powder brush;
. Body lotion in a travel-size package. this is a rose & almods scented lotion. I stay six hours everyday under three air conditioners for six hours, it's impossible to not feel your skin becoming really dry and I've noticed that I'm not the only one who takes moisturizers to the classroom haha;
. Handkerchief because I think it's very charming, it's a shame that I stained it with lipstick, I can't help it;
. Mini nail file.
And of course, during the "red week" I take my cramp medicines and pads!



E isso é tudo, pessoal! Agora quero saber o que vocês levam na bolsa também! Desafio a Ichigo para fazer um post similar! Beijinhos!
And that's all folks! Now I want to know what's in your bag! I challange Ichigo to do a similar post! XOXO



OBS: Vou responder à todos os comentários nas postagens anteriores neste fim de semana (dias 22 e 23 de abril)!
PS: I'll be answering to all coments on preview posts this weekend (April 22 and 23!)

Wednesday, April 12, 2017

Movie Review: The Love Witch (2016)


Olá meus little swans! Como prometido, hoje trago a resenha do filme "The Love Witch", história original e dirigida pela cineasta indie Anna Biller. Lembrando que é um filme B de baixo orçamento que não tem nome em português oficial, "The Love Witch" resgata a estética do horror trash dos anos 60 e 70. O filme narra a história de Elaine (Samantha Robinson), uma jovem bruxa recém-enviuvada que se muda para uma pequena cidade do interior da Califórnia, Arcata, em busca de um recomeço e um novo amor digno de conto de fadas. Porém, Elaine é perversa e muito idealista, o que a leva a se enjoar facilmente dos seus parceiros e sempre os enfeitiça no final. Os moradores da cidade estranham os acontecimentos recentes, dando início à uma caça às bruxas. 
Hi my little swans! As promised, today I'm bringing you guys the review for "The Love Witch" movie, Anna Biller's original story and directed by herself. A low-priced B movie, "The Love Witch" pays tribute to 60's and 70's trash horror aesthetic. The movie narrates the story of Elaine (Samantha Robinson), a recently widowed young witch who moves to a small town in California, Arcata, to find a new, fairytale-worthy love and restart her life. Although, Elaine is perverse and idealistic, which takes her to get rid of her partners and always end up putting a spell on them. The fellow citizens notice magic in the air, starting a witch hunt. 

PRODUÇÃO / PRODUCTION:

Samantha Robinson as Elaine

Mesmo sendo um filme independente e barato se comparado à produções blockbuster, ele não erra em se passar por um longa da década de 60. A fotografia, paleta de cores, figurino, maquiagem e produção de arte são visivelmente calculados para reproduzir um filme retrô com perfeição. Biller não ficou responsável apenas pela direção e roteiro e cuidou também do figurino, cenário e produção. No entanto, dois momentos quebram brevemente a maravilhosa estética do filme: carros modernos demais e um iPhone em um dos cenários mais bonitos daquele universo, o café vitoriano. São relevantes, mas o telespectador poderia ter ficado sem estas, mesmo que a história não seja exatamente datada no passado. Na minha opinião, as cenas que mais se parecem autenticamente mid-century se passam na loja esotérica e delegacia.
Even though it's an indie and low-cost movie compared to blockbuster productions, it doesn't make mistakes while making it look exactly like a 1960's technicolor screen. Photography, color palette, costumes, makeup and art production are perfectly made to reproduce a retro movie with such perfection. Biller wasn't only responsible for directing and script, but costume & scenery design and production as well. Although, two moments break the beautiful aesthetic: too much modern-day cars and an iPhone at one of the most beautiful sceneries inside that universe: the victorian cafe. They're irrelevant details, but I think that iPhones were unnecessary, even though the plot is not set in the past. In my opinion, the scenes that look most vintage are set in the magick shop and police department. 

ATUAÇÃO / ACTING:

Laura Waddell as Trish & Samantha Robinson

Nenhum ator deixa a desejar, mas se você não tem costume de assistir filmes dos anos 60, muita calma nessa hora, pois Robinson é "estilizada" para imitar o ideal de atuação da época e do gênero - coisa que fez muito bem. Ela está longe de ser uma Catherine Deneuve, muito menos Audrey Hepburn, mas é adequadíssima para um filme de horror trash.
There is no bad actor, but if you're not used to watch 60's movies, be patient since Robinson was supposed to impersonate the ideal acting from that time and genre - and she did it very well. She's not a Catherine Deneuve, nor Audrey Hepburn, but fits really well in a trash horror movie.

FEMINISMO / FEMINISM:


Feminista assumida, Biller leva a temática para suas obras e Elaine fica entre uma feminista e uma mulher presa na antiga ideia de que precisa de um amor para ser feliz. É muito interessante como Biller trabalha a ideia de uma mulher tão segura de sua sexualidade e religião, porém tão ingênua. Também é curioso como Trish, a amiga de Elaine que é casada, tem uma noção muito melhor e correta do que é o patriarcado e os problemas da sociedade quanto à idealização de um amor romântico. 
A self-proclaimed feminist, Biller brings this discussion to her works and Elaine is something in between of a feminist and a woman stuck by that old, romantic idea that she needs a man to be happy. It's really interesting how Biller works on this whole idea of a woman who is so confident about her sexuality and religion, but so naive. It's also curious how Trish, Elaine's married friend, has a so much better and accurate thought on patriarchy and the problems of a perfectly romantic relationship. 

RELIGIÃO E BRUXARIA / RELIGION AND WITCHCRAFT:


Um dos meus medos quanto à esse filme foi a representação da bruxaria, mas Biller fez muito bem e deixou claro que estudou bastante sobre religiões pagãs. Não é uma representação 100% verídica e perfeita (já que existe um pouco de fantasia, como era de se esperar), mas várias religiões relacionadas à bruxaria são mencionadas e diferenciadas ao longo do filme. Como wiccana, gostei de ver a wicca sendo mencionada. Não é revelado ao certo qual a "vertente" de Elaine, mas o filme mostra mais sobre satanismo e magia negra.
One of my concerns on this movie was how witchcraft was going to be represented, but Biller did an amazing job and made it clear that she researched a lot about pagan religions. It's not a 100% accurate representation (since there's a little bit of fantasy, as you should expect), but many witchcraft-related religions were mentioned and differentiated during the movie. As a Wiccan myself, I liked seeing wicca being mentioned. It is not mentioned Elaine's exact belief, but most of the movie shows about satanism and black magic. 

BUMP'N GRIND:

April Showers

Minha coisa favorita do filme é: tem burlesque! É só um detalhe pequeno e charmoso do longa, mas a lindíssima April Showers, showgirl de Los Angeles, aparece dando uma "palinha" belíssima na casa burlesca fictícia de Arcata, que é um cenário frequente.
My favorite thing about this movie: burlesque! It's a small and charming thing about it, but the beautiful April Showers from Los Angeles appears to tease us in the beautiful fictional burlesque house of Arcata, which is a frequent location.

VEREDITO FINAL / FINAL VERDICT:

Elle Evans & Fair Micaela Griffin as Gemini Twins
Não, elas não são gêmeas de verdade (!) / No, they're not real twins (!)

É de cair o queixo o que Biller é capaz de fazer sem ter o apoio e orçamento Hollywoodiano. Eu gostei muito mesmo do filme, achei muito bem explorado o tema da bruxaria, feminismo e idealização do amor, e como já mencionado quinhentas vezes, a estética é de encher os olhos. Porém, tenho minha ressalva: eu entendo que segue a linha dos roteiros dos anos 60 e 70 e na época eles costumavam acabar bem vagos, mas o final poderia ser bem melhor. Não vou entrar em detalhes, é claro, só achei que ficou bem vazio. Me tornei fã de Biller após "The Love Witch", recomendo a qualquer fã de filmes indie e vou procurar por "Viva", filme de 2007 protagonizado pela própria e, acreditem, visual muito parecido com o de Elaine, já que ela mesma tem a sombra azul como sua marca registrada:
It's jaw-dropping when you realize how much Biller is capable of without the Hollywoodian support and budget. I really enjoyed the movie, I think the witchcraft, feminism and love idealization themes were so well-explored, and as mentioned a million times, the aesthetic is so good. But I have a small complain: I understant that it takes the "60's/70's script" thing to the max, plus the endings used to be very vage, but the ending coulb be so much better. I will not talk about it too much, of course, but I thought that it was so empty. I became a fan of Biller after watching "The Love Witch", I recommend it to any fan of indie productions and I'll be looking for "Viva", a 2007 movie starring Biller herself, and, seriously, a really similar look to Elaine's, since she wears the same blue eyeshadow as her signature look:

Anna Biller, "Viva"


Super acessível curtindo meu tweet! / 
She liked my tweet!

Isso é tudo pessoal, espero que tenham curtido a resenha e assistam "The Love Witch"! Até a próxima! Beijos!
That's all folks, I hope you liked this review and will take a look on "The Love Witch"! See you next time! XO!

Wednesday, March 29, 2017

Glamour Bathing 101

ENGLISH TRANSLATION COMING SOON!


Não sei vocês, mas para mim, o banho é a hora mais sagrada do dia, e como alguém que ama e crê em Afrodite, é o momento em que me conecto com a deusa através do seu elemento (água) e à beleza, além de fazer ir para o ralo o cansaço e a sujeira do dia. Imagino que muitos de vocês compartilham esse sentimento de amor com a hora do banho, então pensei em fazer este post super especial com sugestões e produtos para deixar esse momento mais glamouroso! 

SABONETES / SOAPS:


God, I wish I never spoke, now I gotta wash my mouth out with soap ♫ *sonzinhos de bolhas estourando*
Não existe banho sem sabonete, concordam? É um item que todo mundo compra quando vai ao supermercado, mas caiu tanto na rotina que pegamos qualquer um que vemos na prateleira. Eu sou tão "chata" com sabonetes que enquanto meus pais compartilham o mesmo, o meu fica em uma saboneteira e apenas eu o uso porque meu gosto é bem diferente do deles. Gosto de essências que projetam mais, clássicas e diferentes. Normalmente compro o clássico/original da Alma de Flores, mas no momento estou AMANDO o Cedro dos Marrocos e Limão Siciliano da Phebo (por incrível que pareça, não consegui gostar do original de rosas). Invista em um cheiro que seja a sua cara e te acalme, desperte sensações e emoções, liste seus favoritos. É interessante ler um pouquinho sobre aromaterapia também!
Se você gosta mais de sabonetes líquidos, hoje existem opções bem divertidas. O meu favorito é o da Alma de Flores Queen, com partículas iluminadoras, ou seja, um micro-glitter que não agride o meio-ambiente!

ÓLEOS / OILS:




Óleo é sempre muito bom para massagem, seja com você fazendo em si mesmo ou com alguma outra pessoa te ajudando (*piscadinha*). O uso no banho é melhor que após porque a pele não fica grudenta e brilhante além de que retêm água na derme, então novamente, leia sobre aromaterapia e escolha o que melhor lhe agradar. Você pode começar uma pequena coleção de óleos com várias funções diferentes: anti-estresse, afrodisíaco, relaxante, anti-depressivo (dica: ylang-ylang é tanto afrodisíaco quanto anti-depressivo!), etc. 

ESPONJAS / SPONGES AND LOOFAHS:


Quem tem preferência por sabonete líquido com certeza quer uma esponja bem fofa para combinar. Alguns odeiam porque dizem ser propícios para acumular bactérias, mas é só deixar secando em local arejado após o banho e não terá problemas.

BANHO DE ESPUMAS / BUBBLE BATH:


Sou meio leiga quanto à banho de banheira porque não tenho uma, mas sei que as bath bombs são super populares e as espumas nunca saem de moda! Também tem a clássica opção de acrescentar pétalas de rosa.

ESFOLIAÇÃO / EXFOLIATION:


Não é necessário esfoliar a pele todos os dias, até porque seria muito agressivo. Eu, particularmente, gosto de esfoliar uma vez na semana. Você pode tanto comprar um esfoliante quanto fazer um natural, tem várias receitas legais pela internet, livros e revistas. Esfoliação remove pele morta e acaba com um bronzeado desagradável! 

E de volta ao boudoir... / And back to the boudoir...


Você está de banho tomado, limpa, cheirosa e revigorada - e agora? Hora de cuidar da pele, é claro! Se sua pele é seca como a minha, ela provavelmente irá precisar de uma hidratação, mas é sempre bom hidratar mesmo se sua pele for normal. Existe uma seleção enorme de hidratantes no mercado para todas as peles e gostos! Não se esqueça da pele do rosto.

♥ Outras dicas / Other tips:
. Que tal velas aromáticas ou difusores para deixar um cheirinho no ar também?
. Talco perfumado após o banho permite a sensação de frescor e limpeza durar mais tempo. Não, não é a mesma coisa que talco de bebê!
. Tenha hidratante para também para mãos e pés.
. Desodorante após o banho NUNCA é opcional!
. Um bom e bonito robe ou roupão e pantufas fofinhas são perfeitos para manter o estilo.
. A dica a seguir é 18+, então arraste o mouse no espaço branco até o coração se quiser conferir: Parece que estamos finalmente quebrando o tabu da masturbação feminina e o chuveiro têm sido um grande aliado das mulheres quando esse é o assunto. Pensando nisso, várias empresas já desenvolveram sex toys para serem usados no chuveiro e você provavelmente já ouviu falar dos vibradores à prova d'água. Eles são encontrados em todas as faixas de preço, é uma ótima dica para dar um "upgrade" na vida sexual, seja sozinha ou acompanhada

Isso é tudo pessoal! Deixem nos comentários quais produtos mais gostam de usar no banho e compartilhe alguma dica, se tiver! Beijinhos!